Desvendando o Quênia

MuseuMeu primeiro dia como professora, oficialmente, não foi na escola. Uma das melhores coisas de trabalhar em Ngota’s Upendo é ter pessoas apaixonadas pelas crianças e loucas pra vê-las aprendendo que se dedicam e pensam em novas metodologias de ensino. Assim, levamos as 105 crianças para o Nairobi National Museum, um dos principais museus do país, que conta a história do Quênia.

Cheguei ao museu por volta de 10h e fiquei esperando pelas crianças que vinham em ônibus fretados. Não vou mentir: nossas crianças não são as mais comportadas. Em todo intervalo eles brincam muito, correm, pulam e fazem tudo que uma criança feliz deveria fazer. Por isso, eu e os outros voluntários estávamos bem tensos esperando por eles. Assim que os ônibus chegaram, uma surpresa: os 105 sorrisos vieram bonitinhos, em uma fila, super comportados.

Museu

Entramos no museu e as expressões no rosto das crianças eram fascinantes. Nunca, em toda a minha vida, eu tinha visto tanta sede de aprender. O Marco, intercambista alemão que organizou o passeio, preparou provas para cada turma sobre a exposição no museu. Os alunos corriam de um lado para o outro, lendo tudo, tirando dúvida com os guias e professores. Para responder, tudo virou mesa: eles usaram as paredes, chão, costa do amigo, tudo que você puder imaginar, como apoio para completar a prova.

Museu 3

Mais do que uma aula de história, acredito que tenha sido uma experiência que eles vão guardar para a vida toda. Para nós, um passeio do tipo é apenas uma ida ao museu. Várias pessoas acham isso chato até. Para alguns dos nossos 105 sorrisos, esta foi a primeira vez fora da favela de Mathare, onde moram e estudam. Conhecer a história do Quênia foi como ver a Torre Eiffel pela primeira vez, visitar o Cristo Redentor ou qualquer uma dessas coisas que todos nós temos em uma lista para fazer antes de morrer. Estou sorrindo só de lembrar como foi bom vê-los tão felizes e empolgados.

Essa foto é provavelmente a mais linda da viagem. Ainda tô amando muito.

PS: Imaginem levar 105 crianças pra um museu com umas seis pessoas só concentradas para tomar conta deles. Pois é, foi assim. Por isso eu quase não consegui tirar fotos nesse dia, então decidi esperar pelas fotos do João Victor Novelletto Bolan, intercambista de Santa Catarina que estava aqui. Ele é fotógrafo e, como vocês podem ver, as fotos ficaram super lindas a ponto de ser até difícil escolher mais eu deveria colocar aqui. Se quiserem ver mais, todas estão na página do 50 Sorrisos.

PPS: Estou escrevendo também para o blog do 50 Sorrisos. É super legal para os padrinhos acompanharem o que estamos fazendo. Vocês podem ler sobre as minhas aventuras no trabalho por lá também!

Museu 4

Anúncios

Um comentário sobre “Desvendando o Quênia

  1. Que coisa linda essas fotos!
    Nossa, eu amo museu, mas eu não consigo imaginar nada mais bonito do que ver crianças, que realmente valorizam tudo isso, visitando esse local que tem tanto conhecimento e história, principalmente pra eles! É algo que eu gostaria de ver de perto. Já é bonito uma criança se encantando com assuntos importantes, então imagina uma criança que não teve nada querendo adquirir todo esse conhecimento? E um monte delas juntas? Lindo demais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s