2

Réveillon no Nordeste: eu realmente preciso ser milionária?

Se tem uma época que odeio tirar férias, é em dezembro/janeiro por motivos de: pobreza. Sério, quem merece alta estação? Minha vida é amar promoções de passagens! Aí esse ano mudei de emprego e veio a notícia maravilhosa de que no novo job todo mundo tira férias coletivas. Adivinha quando? Janeiro! Meu coração doeu um pouquinho ao saber, mas aí lembrei que posso aproveitar tantas coisas maravilhosas como Réveillon por aí, praias e dias lindos, e a tristeza passou.

Como eu amo planejar viagens e férias em janeiro anda fora da minha realidade desde a época do ensino médio, decidi começar a pensar em cantinhos para conhecer ano que vem. Com o dólar tão em alta, não tem sido nada fácil. A planilha do Sudeste Asiático virou arquivo na pasta “futuro”, a vontade de ver familiares que moram nos EUA e Europa vai ter que morrer pelo Skype, e infelizmente a passagem para a maioria dos destinos internacionais (mesmo aqueles com moeda mais desvalorizada) estão super caras. Foi assim que decidimos voltar a pensar por aqui e optar pelo Nordeste (que tanto amo <3) como plano A.

Antes que me chamem de chata que prefere a gringa do que o Brasil, a verdade é que tô com muita saudade de uma boa aventura fora da minha realidade, por isso queria tanto conhecer uma cultura bem diferente e ir pr’aqueles lugares que a gente quase não escuta falar, mas pensando também em um fator muito importante chamado “quero ver algo lindo e relaxar muito”, tem como não cogitar um lugar esse da foto seguinte?

Praia do Cachorro - Fernando de Noronha, um dos lugares que sonho em conhecer! (Foto: Eduardo Muruci)

Praia do Cachorro – Fernando de Noronha, um dos lugares que sonho em conhecer! (Foto: Eduardo Muruci)

Além de ser lindo para uma aventura no estilo que quero (mochilão, trilhas e etc), o Nordeste é um dos lugares no Brasil com Réveillons que mais bombam! E tem três estados em particular que quero muito explorar: Pernambuco, Bahia e Alagoas. Nesse ano, todas as celebridades que gosto, além de alguns amigos, foram pra lá e viraram o ano em festas que pareciam ser maravilhosas. Foi aí que decidi pesquisar e caí pra trás!

Pernambuco

Confesso que pesquisei pouco sobre a virada do ano em Pernambuco porque queria mais se fosse em Noronha (arquipélago que faz parte do território do estado) ou em um hotel maravilhoso que sou louca pra conhecer em Porto de Galinhas. Pra quem já tava assustada com os preços do dólar, o que custava cogitar uma aventurinha em um dos destinos mais caros do país ou em um hotel de luxo? Foi aí que a realidade me puxou pelos cabelos e disse: “vem cá, você esqueceu que é jornalista?”.

Em Noronha, o Réveillon mais badalado é na Pousada Zé Maria. Os preços, comprando até essa semana, estão lá por perto dos R$ 1.400. Até que achei mais ou menos, comparando com o outro que vi em Pernambuco, daí cheguei ao trecho que explica: não tem hospedagem na pousada no Réveillon, então isso é só a festa mesmo. Fora isso, os preços de passagem para o arquipélago estão super caros e de hospedagem também. Efeito ano novo.

O hotel dos meus sonhos na tão amada Pernambuco é o Nannai Resort & Spa, na praia de Muro Alto, em Porto. Ele é super lindo, com uns bangalôs maravilhosos pra viagem a dois. Bem pobre, fui tentar reservar só o dia do ano novo e FUEN: no Réveillon só fechamos pacotes de sete dias. Ok, vamos pesquisar o preço… 16 mil FUCKING reais comprando agora. O bangalôzinho lindo que eu vi, o mais simples de todos, sai pela bagatela de R$ 28.430,00. Fiquei tão chocada que não consegui descobrir se esse era o preço do casal ou por pessoa, e a planilha do Nannai foi para a pasta “em um futuro mais distante ainda”. Apesar do preço, Nannai, continuo te amando, sonhando contigo e ficarei te admirando aqui no #camievictakePE.

Esse é o Nannai. Sim, eu sei que era sonho achar que seria barato, mas a Xuxa me ensinou que sonho sempre vem pra quem sonhar.

Esse é o Nannai. Sim, eu sei que era sonho achar que seria barato, mas a Xuxa me ensinou que sonho sempre vem pra quem sonhar.

Foi assim que meu coração partiu por dois segundos com Pernambuco e parti pro próximo…

Bahia

Um dos estados que mais sonho em visitar é também conhecido por ter as melhores festas de ano novo do país. Alô, Bahia! Comecei a pesquisa então por Trancoso. A principal indicação foi uma festa promovida pela agência Haute em parceria com a Taípe Produções chamada (nome criativo detected) Festa do Taípe.

Pesquisei, pesquisei por preços e nada achei, mas decidi ver fotos do evento e me deparo com essas pessoinhas por lá:

taipe

Desculpa vida, mas não venci você ainda a nível de pisar na mesma areia que Thassia Naves, Lalá Rudge, Kate Moss, Naomi Campbell, Daniel Alves e Pugli. Por sinal, pelo que li a Naomi ficou super irritada nessa festa porque ficavam tirando foto dela (ainda acho que foi por ser a única negra e sem cabelo loiro na festa). Enquanto isso, Kate Moss curtiu a balada de pijama, no melhor estilo porra louca que eu queria ser pra dançar até de manhã.

So dance like Kate Moss!

So dance like Kate Moss!

Vi fotos de Maraú, também na Bahia, e apaixonei! Fui ler sobre o local e descobri que também é um dos que têm festas super bacanas de Réveillon. Além de caro, descobri que a música eletrônica é o mais bomba, então desisti.

Alagoas

Dos lugares no estado que mais me apaixonei e li recomendações, São Miguel dos Milagres foi o primeiro. E que coisa mais linda passar a entrada de ano em uma cidade que tem “milagres” até no nome, né? ❤ O lugar é tão lindo que ganhou o apelido de Caribe brasileiro, pela areia branquinha e água cristalina. Até 2004, sua população era de 6.354 habitantes, ou seja, super cidadezinha maravilha para explorar como gosto.

Não dá vontade de ficar o dia todo de bubuia?

Não dá vontade de ficar o dia todo de bubuia?

O Réveillon dos Milagres 2016 vai ter seis festas entre os dias 27/12 e 02/01. O primeiro lote começa a ser vendido hoje por R$1.890,00 para mulheres e R$2.490,00 para homens. Sim, dinheiro pra caramba, mas se for parar pra pensar são R$ 315 por festa (no preço feminino) com bebida liberada (vodka premium, whisky premium, caipiroska, cerveja, cachaça, energético, refrigerante, suco e água). Se a pessoa bebe bem, é vantagem. O que achei mais chato é que as atrações são confirmadas já perto das datas de evento (quando os ingressos para mulher já chegam a R$3.390,00 e para homem a R$3.990,00) e das atrações do último ano eu só conhecia a Banda Eva. Acho que é bem válido para quem vai em um grupo ou só quer cair na balada e nem liga pro que vai tocar.

Socoooooorro, Cicarelli!

Calma! Praia e Cicarelli não são combinação boa, eu sei, mas não é nada disso que você está pensando. Queria dicas de amigos que já passaram o Réveillon por essas bandas: onde é legal, qual vale a pena, como gastar menos?

Agora, achando tudo caro, fiquei com a maior vontade de ir sem ingresso de festa e só curtir a virada de ano jogada na areia de alguma praia bem linda. Acho que só esse visual do Nordeste já satisfaz qualquer pessoa, né? Mas para não me arrepender no futuro, peço dicas. Deixem aqui nos comentários, mandem inbox, e-mail, o que for, mas me ajudem, por favor!

Anúncios